segunda-feira, 24 de dezembro de 2007

Sombra

num beijo esquecido
dissolves o sonho
que é só meu.
absorves timidamente
o aroma da minha pele.
indiferente,
rejeitas o fogo ardente
da minha pele,
apartas-me de ti.
num afecto fugidio
seduzes a esperança.

na sombra do pecado
extasio o doce sabor
da tua pele.
num trago sinto
o sabor doce e amargo
do teu ser,
fragmentos da tua existência
perdidos em mim.

3 comentários:

Catatau disse...

Ena... que físico! Muito visceral. ;)

rato do campo disse...

Gostei das sensações! Continuação de festas felizes! Abraço!

Natacha disse...

Há aromas e sensações que ficam para sempre, mesmo depois de se diluirem ou dissolverem ... Guarda-os sempre contigo, servir-te-ão nos momentos mais dificeís e aí serás feliz por tê-los sentido e não triste por tê-los perdido...

Acho...

Beijo Amigo!