sábado, 20 de dezembro de 2008

Chamar...

Nesta época natalícia - que muito gostaria que se estende-se a outros dias - cerca-me uma certa nostalgia e saudade do que a vida me roubou, do que se dissipou, despojou...
Talvez seja esse o meu grande pecado - escassamente crer em mim - que me castra a felicidade...
Parte dos sentimentos que desejaria compartilhar - que neste momento me é negado, talvez também por culpa minha - e da mágoa que em mim amarrada, poderia proferi-las nestas palavras.

5 comentários:

pinguim disse...

Concordo com as tuas palavras e gosto das palavras da canção; só não vou muito à bola com a música da Mafalda Veiga, pois todas as canções me parecem iguais.
Abração.

Ezequiel Coelho disse...

livra-te desse crónico sentimento de culpa. Não te faz bem! Pecado??? ora bolas! (já agora, Bolas de Natal!)
Vai à luta!
Um abraço!

bueno disse...

querido lampejo, um natal cheio de saúde e amor. e muito trabalho e dinheiro para o novo ano!

Tongzhi disse...

Passei para deixar um abraço com votos de Boas Festas!

Natacha disse...

Amigo,

Disseste que não ia gostar do que escreveste. O que eu gosto é que tu escrevas aquilo que sentes desde que, fazê-lo, te faça sentir melhor e nunca pior.

Mesmo que teimes em não aproveitar o que de bom há em cada coisa e te fixes no negativo... cá estarei sempre para te dar umas caroladas (risos)

E, pela primeira vez que me recordo, discordar do Pinguim em relação à Mafalda Veiga, talvez porque as letras dela me vestem tão bem...

Beijos e Festas Felizes a ti amigo e a todos os teus amigos que por aqui passam...

Continua, sempre em frente... Marche!! (risos muitos)