quinta-feira, 13 de outubro de 2005

A minha janela entreaberta

Talvez esteja a necessitar deixar alguns dos meus fantasmas saírem do meu "quarto", porque não começar devagarinho e por algum lado, desabafando um pouco.
Não há regras sem excepção, até mesmo nos provérbios portugueses, quem não ouviu dizer "azar no jogo sorte no amor" ou vice-versa. Eu sou uma das excepções, nem uma coisa nem outra, talvez seja por acreditar numa forma de amor que já não existe, quem sabe esteja a ficar desactualizado nestas questão e esteja a necessitar de uma reciclagem.
Também se diz que "não há mal que sempre dure nem bem que nunca acabe", será porque às vezes o mal acaba noutro mal.

7 comentários:

Tongzhi disse...

Abre a janela toda! Vai de "espanador" aos cantinhos, sopra algum pozinho que possa haver por aí e verás que te sentes logo melhor!

Catatau disse...

Isso mesmo TZ!! E já agora, saia uma dose dupla de optimismo com um cheirinho de esperança, adoçado com garra para um Pelo(simpelonão)Urso que eu cá sei! ;)

Lampejo disse...

Tz e Catatau, tem que ser devagar, senão apanho um resfriado ou voam-me os "papeis" todos, se for para entrar um cheirinho de esperança, vá que não vá...
Optimismo acredito nele, às vezes as outras coisas é que não ajudam muito.

Preciouzzz disse...

mas tens que o fazer! seja devagar seja com menos vagar... força e mãos à obra, sff!

bom dia

beijos, muitos

Catatano disse...

Bueños días! Como vás de "esperanzas"? ;)

mfc disse...

Toma lá um abraço cheio de ternura e de esperança que tudo mude rapidamente.
Acredita que as coisas mudam... nada é eterno,muito menos as contrariedades da vida!
Um beijo.

Lampejo disse...

Pedrinha, já pôs mãos à obra, se não houver contrariedades, mesmo que devagarinho isso vai lá.

Catatano, tens que me explicar como é que mudaste de nacionalidade, também quero, pode ser que me dê jeito no futuro, a esperança pouco a pouco vai lá, gracias.

mfc, obrigado pelas palavras.

Beijinhos e abraços peludos. ;)