quinta-feira, 3 de maio de 2007

Liberdade...

Após alguma reflexão, eis-me chegado ao princípio de uma conclusão...

Vou onde o coração me levar
e a razão me deixar,
o hoje e o amanhã conjugar.
à esperança sussurrar
suaviza-me o coração
dá asas a razão
liberta-me a paixão...

10 comentários:

ez disse...

ooops... o "s" do asas não quis ficar no fim!!! :)
Abraço

lampejo disse...

Foi isso, obrigado ez. :)
Abraço.

Catatau disse...

É isso! Põe-te de pé, levanta-te, arranca, voa, plana: l-i-b-e-r-t-a-t-e! :)

pinguim disse...

E canta, Lampejo, canta, amigo.
Devemos cantar quando nos sentimos assim!
Grande abraço.

PS - Já agora, em dueto, de preferência...

Will disse...

E não há liberdade como a que nos é dada pela paixão caro lampejo!

Natacha disse...

Sê FELIZ!! :)

Um beijinho, pacanino ;)

MrTBear disse...

Não há melhor lugar do que aquele onde nos leva o coração.
Que se lixe a razão!!!!
Abraços

lampejo disse...

Quero apenas agradecer a todos sem excepção, todas a palavras de apoio...
Obrigado.

Tongzhi disse...

Tenho andado arredado das "lides".
Mas aqui deixo "aquele" abraço!

david santos disse...

Segue! Não pares! Levanta-te e escolhe caminhos.
Parabéns e tem um bom dia da MÃE.