quarta-feira, 28 de setembro de 2005

Espelho Humano


Originally uploaded by
casa do restaurado
.
Pintura de Aderson Rozani

Uma amiga recente, postou sobre os espelhos como objecto, uns dias mais tarde, enquanto reflectia sobre muitas coisas da vida, veio-me a memória este post, assim nasceu a ideia de ver os espelhos por outro prisma.
As pessoas íntimas, das nossas relações, não serão elas um espelho vivo, ao nos mostraram visões de nós próprios, que de outro modo seríamos incapazes de ver.
Muitas das vezes somos incapazes de nos vermos a nós próprios, como somos, vimo-nos com os nossos próprios olhos, de dentro para fora. Os outros ao verem-nos de fora para dentro projectam em nós realidades inimagináveis aos nossos olhos, como se fossem um espelho humano, como que reflectem imagens de nós próprios que de outro modo seríamos incapazes de ver, como se um espelho se tratasse. Não quero com isso dizer, que essa visão seja a mais correcta, pois como em qualquer espelho, a imagem pode estar invertida, ajudam sim a ver pequenas coisas que nos passam despercebidas.
Vivemos dentro de nós, por isso torna-se necessários que tomemos conhecimento de nós próprios, de fora para dentro, ajudamos a melhor nos percebermos.
Como todo o bom espelho, ele alargamos o campo de visão.
Já me aconteceu em diversas ocasiões, um amigo ver-me mais nitidamente do que eu próprio seria capaz de me ver, e essa imagem ajudou-me a aperceber-me ou a reforçar certas "visões".

13 comentários:

Catatau disse...

É sempre bom sermos surpreendidos pelos outros, não é?! Como dizia Jorge Luís Borges, a realidade não tem a obrigação de ser interessante, as hipóteses sim.
A realidade, seja lá o que for a realidade (mesmo a do espelho), sendo o que é, também não é só aquilo que é como aquilo que dizem que ela é. E, se a realidade não é, na realidade, o que parece ser, o que ela parece, é sempre, também, na realidade, o que ela é! :) "Capisce"?

Lampejo disse...

Ho capito...

Tongzhi disse...

A observação, seja ela de que natureza fôr, reflecte sempre a perspectiva do observador. É por isso preciso ter um certo cuidado e, sobretudo, reflectir sobre o que outros pensam de nós...

Lampejo disse...

Quando somos capazes de o fazer, TZ...

zc disse...

As realidades são como as cerejas, quando se pensa que já estamos satisfeitos e saciados, há sempre lugar para mais uma! ;)

Lampejo disse...

Lá isso é verdade, ZC. ;)

mfc disse...

É sempre difícil analisarmo-nos a nós próprios!
É como depois de escrevermos um texto, não devemos ser nós a revê-lo, pois temos a tendência de "vermos" o que pensavamos ter escrito e não o que realmente escrevemos.

Lampejo disse...

É uma grande verdade, mfc. O pensamento está como que "viciado".

Nic disse...

"O mundo e' um reflexo de nos mesmos!"
Andrew Matthews

Tongzhi disse...

Mas olha que a reciproca também é verdadeira...
Muitas vezes, somos os reflexo do mundo em que vivemos...

Lampejo disse...

Na minha modéstia opinião, isto parece-se com uma "pescadinha de rabo na boca". O mundo existe, porque existem criaturas vivas, entre as quais o homem, que dita as leis deste planeta, por isso o Homem é o reflexo da humanidade.
Mesmo olhando do ponto de vista quando o homem nasce, "nasce selvagem", ele acabara por ser moldado pela sociedade...

Preciouzzz disse...

a amiga recente gostou do post, gosta de espelhos, gosta e muito da questão!

beijos, muitos

Lampejo disse...

Eu sou assim, minha Pedrinha, quando gosto, gosto...
Beijinhos.