terça-feira, 6 de setembro de 2005

Palavras

Soltas, poéticas, em prosa, todas elas tem o seu poder, entusiástico, devastador...
Apesar de gostar delas, nunca tive muito o dom para elas, especialmente quando delas mais careço. Fogem, em debandada...
Elas existem, soltas, desajeitas na minha "gaveta".
Uma imagem vale por mil palavras, não digo que não, e uma palavra, por quantas imagens valerá?! Quantas vezes, uma simples palavra, nos afigura na memória infindas recordações.
Ecoam, infindas vezes, nas paredes da nossa consciência.
Nas reminiscências do meu ser, subsiste algo, ao qual, liricamente intitulei de "As palavras que nunca te direi". Pois foram inúmeras as ocasiões, em que uma ou centenas de palavras nunca chegaram a ver o raiar do dia. Poderiam ter, mudado o curso de uma vida, dilacerado corações, mas se nunca saíram da ardósia da minha imaginação, como poderei alguma vez, saber o efeito que tais palavras acarretariam. Amedrontado pela incerteza, esfumaram-se-me entre os meus dedos, oportunidades para concretizar um sonho. Perderam-se amizades, um grande amor...
O silêncio até pode ser de ouro, mas se nunca dizermos o que realmente desejamos, como poderemos alcançar a felicidade!
Os audazes nas palavras, em certas ocasiões ganham, noutras perdem. Os acanhados nas palavras, reservar-se-lhes-á algo...?!
Interiorizo muito as palavras, custa-me dizer o que sinto, uma simples palavra, quero-te, amo-te, desejo-te, com receio de algo perder. Mas se nada tenho, como poderia eu perder algo...Perco sim por antecipação, cobardia, talvez, timidez...
Será que o mundo se destina apenas ao mais audazes!?
Como eu gostaria de poder desfrutar da ousadia, para então dizer realidades, que apenas eu sei e quero viver...

12 comentários:

bueno disse...

cada um é como cada um é. se você falasse tudo que quisesse não seria mais você. é simples, mas é verdade. Não estamos vivendo outra vida, porque essa é a que foi reservada para você. Muito fatalista??? Não creio. POde ser que tenhas dificuldade com a palavra falada, porque com a escrita, pareces ser tenaz!!

Swatch disse...

Olha PeloUrso, na minha modesta opinião, penso que não temos necessariamente de ser ousados para que possamos dizer "realidades", como referes.
Todavia, podemos ser mais ou menos reservados para dizer tudo o que nos vai na alma.
Um abraço

bueno disse...

releio e me emociono. obrigado.

wolvie disse...

Pelourso: podes pfv enviar-me um email assim que puderes, para eu ficar com o teu? Tenho uma coisa para te enviar. ;)
Envia para: osamigosdegazpar@gmail.com
Obrigado

Lampejo disse...

Obrigado Cláudio.
Estas minhas palavras, são apenas são algumas simples palavras de alguém que sente e vive as emoções timidamente, mas com a sua própria sensibilidade.
Emociona-me saber que elas tocam algumas pessoas..

Zoick disse...

Estive a pensar no que escreveste e acho que podemos separar em dois grupos "as palavras que nunca te direi". O primeiro, serão aquelas palavras de engate que elvam o engatado a cair na conversa. Outro será aquelas palavras que nunca se devem deixar de dizer quando transmitem sentimentos, pois, realçam-nos!
Eu estou inserido no 1º grupo por nunca conseguir um dialogo de engate, mas no segundo sou o 1º a exprimir os sentimentos.

wolvie disse...

Por favor consulte o seu email, excelentíssimo sr. pelourso. :)

Tongzhi disse...

A palavra é mais um meio de comunicação entre as pessoas. É capaz de ser o mais comum, o mais poderoso. Mas há outros. A expressão, o silêncio, o toque...
Escolher o que mais se apropria ao momento e à pessoa é uma coisa que, quanto a mim, não tem a ver com ser audaz... tem mais a ver com a sensibilidade.
Há tempos, um nosso amigo também escreveu sobre as palavras. A perspectiva foi outra mas igualmente interessante. Ora espreitem lá isto

http://amigosdegazpar.blogspot.com/2005/07/as-palavras-saem-me-sem-eu-saber-muito.html

Lampejo disse...

Fui e li, interessante perspectiva e complementar. Gostei de ler. :)

wolvie disse...

O amigo agradece as vossas gentis palavras. ;)
Continuando esta linha... vejam esta letra dos Clã sobre o "Problema de expressão":
http://cla.no.sapo.pt/letras02.htm#problema
hugz

Lampejo disse...

Nem eu seria capaz de me exprimir melhor.
O problema, é que eu nem cantando vou lá...

bueno disse...

Oi Pelourso, bom dia. eu te adicionei no msn, mas ontem nao fiquei muito no computador. Obrigado por todas suas palavras!