segunda-feira, 19 de setembro de 2005

re.nascer

Todos nós somos livres em acreditar no que queremos, fundamentalistas ou dogmáticos sentimentais, descriminação intelectual, não...
Cada um é livre de ver e sentir a realidade com os seus próprios olhos, pois não existe uma só verdade.
Não devemos ignorar aquilo que a própria razão desconhece, deixar de ouvir, porque simplesmente não acreditamos.
Brian Weiss* escreveu: "...,Rosemary fez um comentário profundo sobre escutar. Disse que nós pedimos, pedimos mensagens, sinais e comunicações, mas raramente nos dispomos a ouvir. Como é que podemos ouvir se não escutamos? E escutar pode levar tempo. Temos de ser pacientes."

"Paciência e o tempo certo...tudo chega na altura certa. Não se pode apressar uma vida, a vida não pode ser trabalhada seguindo um horário, como algumas pessoas gostariam de fazer. Temos de aceitar aquilo que nos é oferecido numa dada altura, não podemos exigir mais. Mas a vida não tem fim e, como tal, nós também nunca morremos; na realidade, também, nunca nascemos. Passamos apenas por fazes diferentes. Não existe um fim. Os seres humanos têm tantas dimensões. O tempo não é como nós o vemos, desenrola-se em função das lições que aprendemos."

Se somos crentes, seja em que religião for, Budismo, Cristianismo, Hinduísmo, Islamismo, Judaísmo, de certa forma acreditamos na imortalidade. Para que haja imortalidade, deverá existir em nós algo imortal, além do corpo, a alma. Brian Weiss* escreveu: "...o nosso corpo funciona meramente como um veículo para nós, enquanto cá estamos. A nossa alma e o nosso espírito é que duram para sempre."
Déjà vu, quem nunca os teve?! Eu já...

Pode parecer algo irracional, filosófico, falar neste tema, talvez tabu, nas sempre pode haver por detrás de uma mensagem, outra, como que oculta, que pessoas muito especiais poderão de certa forma desvendar.
Um amigo muito especial até já se antecipou.
_______________________________
* in A Divina Sabedoria Dos Mestres

5 comentários:

Catatau disse...

O Renascimento é uma das mais belas épocas (períódicas ;) ) de um homem!! Muitos e sinceros parabéns! :)

gaZpar disse...

Aos poucos tens desvendado por palavras aqui escritas, aquilo que és. O tal cavaleiro de que falei num post anterior. ;) Continua a dar-nos "pedaços" de ti. Parabéns moço!!!

Tongzhi disse...

Eu sou assim.
Um antecipador...
Um antecipado...
um...
Sei lá!!!

Lampejo disse...

Um bom amigo...

Lampejo disse...

Fico muito agradecido a todos, pelas vossas calorosas felicitações.