quinta-feira, 29 de setembro de 2005

Reconhecimento


Originally uploaded by
ARTWORKVincent Romaniello
.

Quanto "actuamos", fazemo-lo com o objectivo do reconhecimento?!
Vivemos numa sociedade onde o reconhecimento dos nossos actos é posto a prova, torna-se necessário, reconhecimento profissional, pessoal, ideológico, onde quase tudo gira à sua volta.
Há quem afirme que as pessoas contraem matrimónio, constituem família como forma de reconhecimento, para que a sua existência, não passe incógnita, seja um legado.
Um acto de caridade, não será ele também um acto de reconhecimento perante Deus.
Louvores, homenagens, gratificações, não será tudo isto, actos de reconhecimento daquilo que somos, fomos, fazemos e fizemos.
Afinal sempre poder-se-á afirmar que vivemos para sermos reconhecidos!

10 comentários:

inixion disse...

nao necessariamente...mas inevitalvelmente... :)

Catatau disse...

Sabes que a coisa mais cara a um romano do Mundo Antigo era a memória, o reconhecimento? Não era à toa que as suas necrópoles se situavam ao longo das vias de comunicação. Os que passavam lembravam-se deles, reconheciam-nos, perpetuavam-lhes a memória.

A Europa e não só, fizeram parte do seu Império. Ele há "heranças" que, não sendo genéticas...

É uma questão de cultura, Pelourso.

bueno disse...

Principalmente quando nao tivemos a atencao suficiente na nossa infancia. Ai entao, quase tudo que fazemos, tem ha ver com essa eterna procura do reconhecimento. Concordo com o Catatau, é uma questao de cultura, e portando, da forma que fomos educados.

mfc disse...

Acho que em primeiro lugar o fazemos por nós... depois virá ou não o recinhecimento!
Se vier... é sempre reconfortante.

Preciouzzz disse...

é uma questão cultural, sem dúvida!

beijos, muitos

Lampejo disse...

Inevitavelmente!
A cultura do faz para que vejam os teus predicados, sem ofensa, apenas um ponto de vista pessoal.
Mesmo que o façamos por nós, penso que não deixa de ser por reconhecimento próprio, não sei se me faço entender, apenas mais um ponto de vista pessoal.

Tongzhi disse...

Quanto a mim acho que não há pessoas que não gostem de ver o seu trabalho, a sua atitude, o sua amizade reconhecida.
O problema está no que determina a acção:
- Agir para ser reconhecido
- Agir e se fôr reconhecido, tudo bem!

Lampejo disse...

Muito bem observado TZ, gostei do teu ponto de vista.

Catatau disse...

Eu também TZ!

Preciouzzz disse...

é isso aí, tz!