terça-feira, 27 de fevereiro de 2007

Todos os dias...



Originally uploaded by
el muro.
Pintura de Luisa Beatríz Osdoba

Todos os dias ao vivermos, morremos um pouco, literalmente, metaforicamente.
Agarrados a vontade que não é nossa.
Morremos de amores, medo, preconceitos...
Infelizes por não ter, felizes por viver.

12 comentários:

Tongzhi disse...

É verdade...

nature boy disse...

faltou apenas falar da sobrevivência; é isso que fazemos quase todos os dias.

MrTBear disse...

Felizes por viver ........ SEMPRE

Catatau disse...

Morrer de amor nem pensar, mas viver o amor - sempre! :)

pinguim disse...

É bonito o texto, mas apenas quero reter as últimas três palavras.
É como me sinto, de momento.

Egrégora disse...

é bom quando nos sentimos a viver. com a vontade, medos e preconceitos

:) **

Chauffeur Navarrus disse...

Enquanto vou morrendo e vivendo faço umas pausas.

Desta vez parei o caddy para me sentar aqui à volta da fogueira.

Li um post, espreitei umas achas e deixei um comentário.
Até breve!
CN

MrTBear disse...

Já lá está o vídeo HEHHEEH
Bom fim de semana

RIC disse...

Ah morremos, morremos...
E eu que o diga!...
(Telefona-me, se puderes. O João Carlos dá-te o meu número, caso ainda não to tenha dado.
Obrigado pelos e-mails!)

david santos disse...

Olá!
Quantos de nós, quantos, já há muito estamos mortos?
Só que a morte é honrada e aceita tudo por igual. Não se deixa vender. Aí dela! Só nos faltava que a morte se deixasse comprar. Então é que nunca tínhamos vivido um minuto, que fosse.
Parabéns

Lampejo disse...

Tz, é não é...

nature boy, obrigado pela visita. A sobrevivência faz parte do acto de viver...

MrTBear, ainda bem.

Catatau, que bom.

pinguim, :).

Egrégora, nem mais...

Chauffeur Navarrus, umas pausas são sempre boas...

RIC, faz parte da condição humana.

david santos, obrigado pela visita. Folgo em saber que gostou.

Vanidade disse...

Filosófico qb, no qual me revejo "todos os dias" ;)